02/03/2009

OSSOS DO OFÍCIO

Como repararam, a actualização de notícias esteve um pouco parada. Não foi um Fim-de-Semana fácil. Os acidentes não acontecem só aos outros e eu, tive mais uma vez a prova disso. O BTT tem momentos maravilhosos e descargas de adrenalina fabulosas mas, de vez em quando alguma coisa falha. Ainda estou para perceber o que aconteceu, o que é certo é que passei o dia de domingo a ver os tectos de um Hospital. Bem empalado, com colar cervical colocado, mais parecia um extra-terrestre capturado pelos Americanos, tal foi a quantidade de exames a que fui sujeito. Mas ainda bem que assim foi, pois fiquei a saber o estado da máquina. Tudo por causa de uma violenta queda de BTT numa qualquer descida desconhecida sem que me tenha apercebido do motivo que procovou tudo isto. Ainda não tive oportunidade de olhar bem para a resistente KTM mas, para já, um Selle Itália partido e o velhinho capacete BELL bem rachado. Acreditem, o capacete é mesmo essencial!!! Nunca saiam para um treino ou mesmo uma pequena volta no bairro sem ele. Ainda voltarei ao local do "crime" para perceber tudo isto. Para já, restam algumas semanas parado e sem grandes abusos.
Acontece a todos, mais tarde ou mais cedo, há sempre um encontro imediato com o chão. Resta-nos resperar que não seja muito grave.
A azuribike retomará a normalidade a partir de hoje.


7 comentários:

Anónimo disse...

Esta na altura de experimentares uma BIKE de qualidade.
A TREK nao te expulsava da condução, mais parecia um Cavalo Bravo sem ser domesticado. Desculpa mas tinha que te dizer isto.
Agora espero que recuperes bem e rapido para as nossas aventuras domingueiras com muito ferro há mistura. UM ABRAÇO DA MINHA TREK
ANDRE

Rogério Leite disse...

Azaresbike! heheheh... Acidentes acontecem. Capacete é essencial para quem faz trilha de qq forma. Já vi grandes traumas causados por pequenos acidentes serem evitados porque o capacete estava entre o meio-fio da calçada e a cabeça do ciclista, em passeios urbanos a 17km/h!... Espero q não tenha deixado mais que marcas no seu orgulho! heheheh... Estimo as melhoras!

Macrobiótico disse...

Como você mesmo disse, todos estamos sujeitos a um dia levar uma queda dessas...
Já vi gente dizendo que quando anda devagar não precisa de capacete, mas como o Rogério disse acima, precisa sim.
Uma vez quase chegando em casa depois de uma trilha, soltei o capacete. Poucos metros a frente escorreguei em uma poça de água. Não deu outra: Chão! Por sorte não tinha tirado o capacete ainda...

Estimo suas melhoras, abraço!

As Minhas Pedaladas disse...

Já passei uma noite no hospital, depois de ter aterrado com a cabeça sem capacete, isto à 20 anos atrás.
Se não tiver capacete não ando!!!
Aquele furo no capacete foi feito como? com a armação do selim???
Boa Recuperação!

João

Gomes disse...

Pessoal! Obrigadíssimo a todos. Como disse o Rogério, o orgulho também levou uma pancada mas, levezinha...
Isto prova que o acessório mais importante é sem dúvida o capacete. Pode demorar 5, 10, 15 anos, ou no meu caso cerca de 15 mil Km desde a última queda, mas chega um dia que ele é posto à prova. Se bem que a última não teve nada a ver com esta. Quanto ao furo no capacete, nem tinha reparado, mas já fui investigar e é apenas um dos três furos do encaixe da pala que nunca cheguei a usar.
Forte abraço a todos!

FRINXAS disse...

Amigo, não entendi este post... Novo modelo de selim??? ;)

As rápidas melhoras!!!

Uma pergunta que me fizeram a mim também no meu último acidente.... Foi a descer? ;)

Não leves a mal, é naquela de te fazer rir, nada mais camarada!

Forte abrassoum!!!!!!

RUUULAAA TEAM disse...

Em nome da melhor "equipa" de btt do mundo, arredores e eprto disso..... Desejamos-te as mais rápidas melhoras amigo. Que as dores passem tão rápido quanto foi a queda! LOL

Mas olha, já diz o velho ditado.... Os riscos no quadro fucam, mas a pele cresce! :)

Sempre, mas sempre animado amigo!!!!