24/07/2009

RITCHEY LOGIC


6 comentários:

Rogério Leite disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rogério Leite disse...

Gomes... levei alguns segundos para reconhecer uma balança. Quando vi o termo LOGIC achei que era um novo GPS ou CICLOCOMPUTER...só depois de alguns segundos foi que caiu a ficha que vc estava falando do PESO das peças. Realmente leves. Agora vc que acompanha estas provas "top" de linha, pergunta: ATÉ QUE PONTO SE PODERÁ REDUZIR O PESO DAS BICICLETAS E EM QUE TAL REDUÇÃO REALMENTE INFLUENCIA NOS RESULTADOS?

vitor disse...

Amigo Rogerio pelo que eu vejo é o seguinte em relação aos pesos das bicicletas:Para que gastar uma furtona em peças leves se depois nos pesamos 80 ou 90 quilos,claro que não vou notar diferença nenhuma eu que peso 89 kilos a minha biciclta pesa 12 kg(suspensão total)fazendo contas se puxo 101kg se tentar perder 20kg ai sim já vale a pena e já consigo notar alguma diferença no peso a puxar.

Gomes disse...

O peso das bicicletas já foi tão reduzido que a UCI viu-se obrigada a estabelecer pesos limite. Por exemplo, em estrada as bicicletas não podem ter menos de 6,8 Kg. Isto tem a evr com vários factores mas, principalmente com a segurança. Claro que há um trabalho exaustivo por parte dos engenheiros para conseguir ligas de materiais que consigam concicliar o baixo peso com a robustez e fiabilidade mas, também existe o factor economico/capitalismo, ou seja, há que mostrar que a marca tem o/os mais leves do mercado. Normalmente acaba por faltar peso nalgum lado. Cassetes da KCNC são muito leves, no entanto, ao fim de umas centenas de Km já eram!!! Se houver orçamento para sustentar este tipo de material tudo bem. Agora no campo do amadorismo, do lazer do prazer de andar de bicicleta acho que não faz sentido ter este tipo de materiais. Salvaguarda-se no entanto a excepeção para aqueles que têm gosto pela sua máquina e que para além das prestações que possam obter procuram estar sempre o mais actuliazados e com as máquinas mais belas, venerando-as como se de deuses se tratassem.

FRINXAS disse...

NÃO TEM NADA A VER COM O POST EU SEI, MAS VÁ LÁ, FAZ ISSO PELO PEDRO, ELE MERECE.

SAIU ONTEM DE VIANA, ESTIVE COM ELES NA POVOA E ESPINHO, ESTÃO EM SETÚBAL AGORA E O DESTINO....

SAGRES!!!!!!

UAU

Está tudo no DINÂMICA DO PEDAL

PARABENS PEDRO

Rogério Leite disse...

Entendo Gomes... é como os pneus da Formula 1... só dá para meia corrida! será que reciclam os mesmos? De qq forma tb entendi o Vitor, com toda razão (e com algum conhecimento intimo de causa! Eu tb tenho muito mais que umas graminhas a mais!). Mas meu lado Engenheiro de materiais fica com pena da restrição da UCI. Creio que isto barra o desenvolvimento. Uma pena!