29/07/2009

CAMPAGNOLO VENDIDA AOS CHINESES


Segundo notícias que circulam no "Mundo Online", a CAMPAGNOLO terá sido vendida a investidores Chineses. Estas notícias circulam não só no círculo Europeu como também no Asiático. Não há ainda oficialmente qualquer informação confirmada mas, como se cosutma dizer, "onde há fumo há fogo".
Este é realmente o resultado do funcionamento da economia ao nível global, as exigências do mercado mundial e do capitalismo. Não pretendo aqui fazer qualquer invocação de lições de economia mas a verdade é que cada vez mais as marcas tradicionais, as suas origens, as suas bases e tradições tendem a desaparecer. Os grandes grupos assumem o controlo e liderança destas empresas com nome e reputação muito favorável no mercado e procuram rentabilizá-las ainda mais no sentido de obtenção de lucro. Poderemos pensar que o cliente/comprador sai beneficiado e, algumas das vezes isso acontece, mas o Mundo das bicicletas como o conhecíamos vai desaparecendo a pouco e pouco.
Esperemos que para melhor!

TODA A NOTÍCIA EM www.bike-eu.com


O ITALIAN JOURNAL DESMENTE A NOTÍCIA


Gentullio Campagnolo nasceu em 26 de Agosto de 1901 e morreu em 03 de Fevereiro de 1983. Em 1930 patenteou o sistema de libertação rápida das rodas, conhecidos agora como os "apertos rápidos". Ainda hoje é o sistema padrão nas indústrias de bicicletas. Em 1949 apresentou aquilo que ficou conhecido como o moderno desviador, chamado na altura de "Gran Sport. A campagnolo foi sempre uma marca inovadora, que procurou introduzir novos materiais e conceitos de engenharia aplicados à indústria das bicicletas.

Sem comentários: