15/02/2011

METROBIKERS


Um conceito novo!
Derivado dos tempos modernos e, associado ao culto da imagem e do "bem parecer".
O conceito "metrobiker" está associado ao ciclista que dá destaque à imagem e à escolha meticulosa de componentes específicos para a bike, com compatibilidade de cores.
Este tipo de conceito não passa despercebido e, o público feminino está atento.
MARIA JOÃO CORREIA, atleta do AZURIBIKE MANGUALDE TEAM, é a "criadora" deste conceito. Apercebendo-se deste tipo de ciclistas, resolveu defini-lo, de forma original.
Em forma de verso, o conceito "metrobiker" é apresentado na perfeição:"



"Comecemos por esclarecer,
O que metrosexual quer dizer
Juntamos metrópole com sexual,
E desta união sai um conceito excepcional

Este homem singular,
Preocupa-se com o visual
Gosta de se cuidar
Por cremes e nunca cheirar mal

Vamos agora, uma analogia fazer:

A cidade a campo passa,
O carro a bicicleta
A ganga torna-se licra,
Em vez do penteado protege-se a careca

Indo mais ao pormenor,
Tudo tem de combinar
O quadro, o Jersey e o capacete da mesma cor,
Tudo pesado à grama, só falta é pedalar

Um detalhe importante para terminar,
Os cremes e os perfumes não faltam,
Nem as pernas por depilar."


- Por Maria João Correia

6 comentários:

Xquim Chefinho disse...

Bem estava mesmo à espera de um tópico destes para mandar uns bitaites a uns metrosexuais que andam nessa equipa!
É de salientar que alguns nem um metro devem ter, digo eu!!
Bem de resto é de atletas com a qualidade e o bom gosto da maria joão que nós tb vamos ficar todos cheirosos e limpinhos! Haja água e cremes!

Anónimo disse...

É assim la por terem visto que na minha máquina estava tudo a combinar não era necessario juntarem-se estes dois e virem para aqui mandar uns bitaites com os quais não concordo!!!!!eheheheheheheh

Ass:Gonçalo Santos

Lince disse...

Atenção. Somos Metrobikers, mas muito MACHOS !!!!

Anónimo disse...

Com isso eu concordo......eheheheheheh

Ass:G.S.

Anónimo disse...

maricas

Anónimo disse...

O Anónimo que nos chamou maricas, deve ter traumas de infância e talvez lhe tenham posto um supositório enquanto criança! Mas agora cresceu e ainda não tirou o dedo! Este espaço é para quem se revê neste projecto, quem não quer, olhe para o lado!