25/01/2009

MARATONA DO MONDEGO - MISSÃO ... QUASE IMPOSSÍVEL


Hoje foi dia de maratona e, que maratona. Esta foi uma missão que dira...quase impossível. Tanta lama, aliás, tanto barro, água, lama, barro. Nunca mais acabava. A bike deveria pesar mais de 20 Kg! Só os pneus deveriam chegar aos 3Kg cada um! Tínhamos a sensação de que a bike estava colada ao chão, simplesmente não andava, ou se andava era a deslizar no lodo e na lama. Este foi mesmo um grande teste, quer para o ciclista, quer para a máquina. Metia dó olhar para aquele verniz dos quadros de carbono tão mal tratado. Estavam inscritos mais de um milhar de bettetistas mas foram em menor número os que apareceram na linha de partida. Muitos que estavam inscritos para os 80 Km optaram, e bem, por fazer apenas os 40Km, não só por se pouparem como também para pouparem a máquina. Outros simplesmente desistiram, pois se os primeiros tiveram dificuldades em ultrapassar os trilhos quase impraticáveis, imaginem quem vinha por fim! Este foi um dia mesmo agreste. Quando ouvir a palavra "LAMA" lembrar-me-ei sempre da Maratona do Mondego!!!

Reparem só no tempo do Vitor Rodrigues nos 80Km...3Horas e 19 minutos!!!


A vermelho, eu mesmo com 2 Horas e 16 minutos, no 21º Lugar.




fotos: grupodesportivoprc.blogspot.com

1 comentário:

Alberto disse...

O 21 lugar nas condições em que estava o terreno, foi mesmo bom.
Parabéns, Eu mesmo desisti nos últimos 8 kms e levaba mais de 3 horas, realmente lama a mais!