05/12/2008

BFOUR - BICICLETAS E QUADROS DE CARBONO


O nome BFOUR diz-vos alguma coisa? Certamente já encontraram algumas bikes nos trilhos com esta designação. Foi com base num desses encontros imediatos que procurei alguma informação acerca destes quadros. A BFOUR é uma marca comercializada pela COSMOJUMP que passa pelo desenvolvimento e construção de quadros monocoque em carbono que se inserem numa gama Média/Alta. É certo que a oferta de marcas nacionais no que toca a produtos em carbono é escassa. Nesse sentido surge então esta iniciativa arrojada e de grande valor com o Cunho Português. A marca apresenta opções para BTT e estrada sendo que o modelo que mais sucesso está a ter é o XC-MAX para BTT, com um quadro monocoque em carbono UD K12 que no tamanho 18 apresenta um peso de cerca de 1200 gramas. Além deste é também comercializado o modelo para estrada designado de BIRD RD. No entanto a marca não se fica para aqui e encontra-se já em fase de produção dos modelos ALL Moutain – FreeRide e CrossLand, com cursos de 120mm a 140mm. Para além dos quadros é possível também adquirir os periféricos com o mesmo nome, nomeadamente o Guiador (125 gramas); Avanço (125 gramas) e Espigão do Selim (195 gramas)isto para BTT e totalmente em carbono UD K12. Tudo isto permite que seja possível sem gandes aventuras financeiras adquirir na marca (BFOUR) uma bike abaixo dos 10 Kg. De referir que a COSMOJUMP também comercializa modelos completos designadamente o modelo BFOUR XC-MAX E A BFOUR XC-PRO, sendo que a primeira monta componentes Shimano XT e a segunda Shimano SLX. Outra das particularidades e a possibilidade de se montar uma bicicleta "à la carte", ou seja, a possibilidade de o cliente poder escolher os componentes, sendo que estes nunca deverão ser inferiores a Shimando SLX pois o quadro por si só exige componentes que se situem nuna gama igual ou superior. Se ainda não viram nenhuma fiquem com a informação de que há já diversos atletas a utilizarem estes quadros em competição. Eu mesmo, vi passar um por mim numa subida de 3Km. Era simplesmente o Vitor Rodrigues que acabou por ganhar essa Meia-Maratona. Ainda cheguei em 8º Lugar o que me permitiu identificar a bicicleta vencedora à chegada. Como ele há muitos outros, profissionais ou não a fazerem uso desta marca.

A COSMOJUMP é também o importador das suspensões e amortecedores da marca X-FUSION que bem conhecem. Além de comercializarem, dão também todo o apoio, manutenção e reparação destes componentes.
Se quiserem contactar a COSMOJUMP poderão fazê-lo através do seguinte endereço de correio electrónico: cosmo.b4@gmail.com
Futuramente será disponibilizado um site ao qual poderão aceder através de: www.cosmojump.pt

Fiquem para já com estas fotos do modelo XC-MAX para 2009 e do BIRD-RD. Em breve publicarei fotos mais actuais e com melhor qualidade.

O quadro para BTT está a fazer-me pensar...!!!

27 comentários:

Cosmojump disse...

Estas BFOUR são umas Grandas máquinas.. e já com palmarés..

13º 17º Mrt Mortágua 2008
11º Mrt Idanha à Nova 2008
5º Mrt Estarreja 2008
15º Meia Mrt Estarreja 2008
22ºe 30ª Maratona Vale Vouga 2008
1º Meia Mrt Beselga 2008
18º Maratona Beselga
1º, 2º 3º no BTT Nogueira Cravo 2008
1º,5º,10º 3 Horas Resistência non stop Penafiel (2008)

NANDO_BTT disse...

O quadro Bfour de BTT é muito bom. Leve e resistente. A absorção de irregularidades é impressionante. Sem dúvida uma optima escolha.

Fernando Silva

JoãoTG disse...

Qual é o peso máximo para se poder andar num quadro de BTT Bfour??
Estou muito interessado num, mas peso 100kgs...

Gomes disse...

A sua pergunta relativamente ao limite de peso foi encaminhada para o fabricante. Aguardo pela resposta.

Anónimo disse...

boas,,,é so pra dizer q a bfour é uma boa merda,,,,o meu quadro partiu e nao m deram garantia,apenas com 6 meses,como é que uma marca assim pode ser boa,,e ainda por cima sei de fonte segura que nem o quadro levaram pra fabrica,foram ao valdemiro pedir um orçamento,,s é isto que é mt bom devem andar todos com os olhos tapados,,,e outra nao é pra me gabar mas tiro sempre 1ª,e 2ªmas provas ando a mostrar a marca e nao m dao garantia,,,os fabricantes la sabem ,s calhar nem querem q a marca seja conhecida,o que é uma pena...(tenho pena de ter q publicar esta situasao por toda a web)envio fotos para quem qz ver,,estou desposto a ouvir o fabricante ou representante desta marca e de lamentar esta situaçao e estou disposto a ir ate onde for preciso pra tentar recuperar aquilo que e meu,,, sem outro assunto de momento vao se divertindo nas voças bfour`s ,mas com cuidado podem-s desfazerem em bocados...

Anónimo disse...

Desculpem la esqueci-m de 1 coisa o contacto 917490921 ou pi100pe_@hotmail.com

Anónimo disse...

ja agora alguem me pode dar o contacto do fabricante bfour. para irmos comer 1 marenda juntos..

Gomes disse...

Quadros de carbono partem, muitos deles de marcas conceituadas e caras.
Agora, a forma como o fabricante lida com a situação é que é grave. Pelo que sei, os quadros são importados de Tawian e pintados e envernizados cá. Quanto a garantias, o fabricante tem avaliar a forma como o quadro partiu e resolver a situação. Sei no entanto de muitos quadros de carbono que partem. Há quem os recupere e local onde isso é feito está cheio deles!!!

Gomes disse...

Quadros de carbono partem, muitos deles de marcas conceituadas e caras.
Agora, a forma como o fabricante lida com a situação é que é grave. Pelo que sei, os quadros são importados de Tawian e pintados e envernizados cá. Quanto a garantias, o fabricante tem avaliar a forma como o quadro partiu e resolver a situação. Sei no entanto de muitos quadros de carbono que partem. Há quem os recupere e local onde isso é feito está cheio deles!!!

Anónimo disse...

Pelo k me disseram o representante mandou o quadro pra fabrica mas como era tempo de ferias tavam a demorar a dar uma resposta se havia garantia ou nao. entao passado um mes disseram que o quadro nao tinha garantia, mas eles la na fabrica compunham. E eu nao quiz ja que nao dao garantia nao merecem que eu ande a fazer publicidade a marca. mandei vir o quadro foi ao valdemiro pra ver quanto e que ele levava pra o arranjar. cheguei la e ele disse que o sr dos quadros tinha tado la no dia anterior para ver quanto e que levava para o compor e era o mesmo preço que ele tinha dito. agora fico a pensar sera que o sr enviou o quadro para a fabrica...???

Anónimo disse...

partem eu ate ai entendo todos partem mas onde partiu e nao tem nenhuma mossa no sitio do estalado nao compreendo,,,...

Anónimo disse...

foi no aperto do espigão do selim?

Anónimo disse...

nao. foi do outro lado da grade de bidao..

Anónimo disse...

so vejo paleio mas ningem s corta,, gostava de falar com o fabricante se ele tivr cara

augusto midao

Gomes disse...

Mas comprou a bicicleta a quem? Não foi directamente ao fabricante?

Para partir nessa zona é estranho, normalmente isso acontece na testa do quadro, na união do diagonal com a coluna de direcção, no aperto do espigão ou nas escoras por causa das travagens. Agora nessa zona é mesmo estranho. Poderá indiciar o batimento duma pedra. Atenção, estou a dizer que poderá indiciar, não estou a dizer que foi!
O fabricante é a Cosmojump, tanto quanto sei e o único contacto que conheço é o cosmo.b4@gmail.com

Anónimo disse...

a unica coisa que se ve e um estalado de um lado ou outro e nao se ve nada em relacao a batidelas de pedras. eu ja mandei um mail pra esse sr mas ate agora nada tento ligar nada deve ter medo de dar a cara. e assumir que falharam. antes de mandarem o quadro pra garantia nao foram ao valdemiro pedir um orçamento. eles pensar que as pessoas sao parvas.

Anónimo disse...

a unica coisa que se ve e um estalado de um lado ou outro e nao se ve nada em relacao a batidelas de pedras. eu ja mandei um mail pra esse sr mas ate agora nada tento ligar nada deve ter medo de dar a cara. e assumir que falharam. antes de mandarem o quadro pra garantia nao foram ao valdemiro pedir um orçamento. eles pensar que as pessoas sao parvas.

Anónimo disse...

eu comprei o quadro numa loja em paços de ferreira

Anónimo disse...

quem diz bem das bfours vai bem servido, vai tam bem quanto eu vou se quizer bicicleta pra andar tenho que o mandar conpor do meu bolso e agora digam quem tiver cara continuo a fazer pratocinio a marca bfour??? o sr fernandes que agusse os dentes bem afiados..

abraço

eu volto ja

Anónimo disse...

boas

toda gente sabe que a Bfour não passam de quadros VAG vindos de Taiwan. Pintados cá em portugal.

não Existe fabricante cá em portugal, é pessoal que manda vir isso de taiwan e depois manda pintar. daí isso não ter garantia

Anónimo disse...

Bom Dia,
Facto é que nada é eterno e dependo do uso e estima os materiais podem durar mais ou menos tempo. Qto à relação BFOUR / VAG segundo sei a BFOUR vendeu uma série de quadros à VAG que tiveram a decoração VAG (ver interior da escora da VAG) isto não tira qualidade ao produto. Na prática nos dias de hoje mais de 80% das bikes de "Marca" em carbono são produzidas em Taiwan.
Tenho uma BFOUR e estou muito satisfeito. Conhecendo os meandros das garantias estas são dadas quando não há dúvidas Tenho uma SCOTT GZERO PRO c/ escora traseira partida e não me deram garantias e sei de mais dois casos onde tb não deram alegadamente pelo uso. Pela análise vejo que há problemas de concepção

Cosmojump disse...

BFOUR

Tomei agora conhecimento deste blog e do aqui estava a ser dito.

Para a COSMJUMP, como criadores da Marca BFOUR, é fundamental esclarecer e ser tansparente.

BFOUR é uma marca portuguesa de bicicletas, pensada, concebida e montada em Portugal.

Tal como qquer grande marca nos dias de hoje os quadros BFOUR têm a sua produção em Taiwan exactamente na mesma fábrica onde outras grandes marcas produzem.


O desenvolvimento técnico e design é uma cooperação entre a COSMOJUMP (Portugal) e a fábrica (Taiwan). Os teste, análises e supervisão durante a produção são o garante da Qualidade do produto e são referência no mercado.
Infelizmente o N/ mercado é pequeno e as pessoas valorizam mais uma marca do que o produto per si. Não avaliam técnicamente o produto mas sim apenas Marca. Preferem e pagam 1800€ por um quadro que na prática só tem nome e talvez uma "garantia vitalícia", esquecem é que numa utilização normal um produto deste tipo dura ma vida e que assim mesmo estão a pagar 2 ou 3 quadros. Assim sendo as marcas acabam por suportar "qquer risco". Que na prática não é verdade pois qdo a qualidade é superior um quadro não "rebenta" no seu uso normal, apenas com má utilização e aí não há garantia que cubra, qdo mto há um custo comercial que "alguém assume.

Tendo dito isto, não podemos deixar passar em claro a mentalidade de algumas pessoas em tentar destruir qdo não conseguem aquilo que querem, mesmo que não tenham qquer razão ou os factos comprovém inequivocamente que não têm razão.

Felizmente para a BFOUR a Qualidade os produtos é demonstrada e não será um Cliente que manda uma queda ou embate lateral, origina uma roptura com deslocação das fibras que colocará este nome em causa. Mais de 350 unidades, algumas em competição do mais alto nível atestam a Qualidade da Marca

Estamos empenhados e é N/ Missão corresponder e superar as expectativas dos N/ Clientes. Mesmo qdo isso possa causar algum mal dizer.

Tenham Grandes Passeios Gozem as pedaladas e o Espirito da Vida

O resto será com a bike que desejarem/puderem, bonita ou feia, leve ou pesada ... o importante é o prazer.

BFOUR

nuno patricio disse...

Onde posso comprar estes quadros, qual e o preço deles

...by Alex Gomes disse...

http://bicicletasb4.blogspot.com/

Ricardo C. disse...

Estes quadros têm garantia?
Onde se podem comprar? Como falar com a cosmojump?

Anónimo disse...

Onde se podem comprar? Como falar com a cosmojump?
Têm site?
paquinorodrigues@hotmail.com

Angelwheels disse...

Sr. Ricardo C já conseguiu contatar a cosmojump ?

Tem facebook ?

Cumprimentos