22/10/2012

FESTIBIKE 2012 - SANTARÉM

Teve lugar este fim de semana mais uma edição do Festival Bike (Festibike) em Santarém. Este tem sido um evento que muito tem contribuído para o crescimento e divulação do setor das biciceltas em Portugal. À semelhança do que se faz la fora, nomedamente, em Espanha, na Alemanha, Estados Unidos da América, estas "Feiras" traduzem-se numa aproximação ao público em geral. Fabricantes, importadores e lojistas usufruem assim dum palco alargado para que os produtos comercializados em Portugal possam ser observados e analizados por todos os amantes e entusiastas das bicicletas. Esta modalidade tem resultado e crescido imenso nos últimos anos, porém, a edição de 2012, na minha opinião ficou um pouco aquém das expectativas. O imenso espaço de exposição disponível não ficou totalmnete preenchido, ao contrário dos últimos anos. Foram vários os importadores/distribuidores que não marcaram presença este ano. Mesmo os grande nomes do setor, nomeadamente a Specialized marcou presença apenas de forma simbólica, o que deixou muitos visitantes apreensivos, principalmente os adeptos das marcas. Esta situação parece ir de encontro à atitude da TREK que também não marcou presença este ano no Eurobike, na Alemanha. Que quererá isto dizer? Que fututo devemos esperar deste mercado? Quais as intenções das marcas? Numa altura em que a oferta se divide entre o setor eléctrico, em geometrias 29, 27.5 e 26, em que a mobilidade sustentável cada vez mais faz todo o sentido deveríamos esperar uma atitude dos fabricantes idêntica aos últimos anos. A conjuntura Europeia e Internacional não parece afetar para já o mundo das bicicletas, já que em Itália pela primeira vez, o nº de bicicletas vendidas superou o nº de automóveis comercizados. Devemos assim esperar um crescimento contínuo deste setor em que as bicicletas são e serão sempre uma mais valia no que concerne à mobilidade, ao desporto de lazer e competição,e como forma de vida saudável. Quanto à exposição contou com uma presença massiva de produtos de nutrição. Muitas marcas, muitas ofertas de produtos, muitas soluções disponíveis agora no mercado nacional. Houve a introdução de marcas novas no País com destaque para a SILVERBACK, uma marca alemã, com uma oferta generosa em modelos 27.5 e 29, quer em carbono, quer em alumínio. A excelência de construção, o fator estético e a escolha harmoniosa e assertiva dos componentes caracterizam esta marca agora disponível no mercado. Destque também para as VIVELO e as CARRERA que nos deixam sempre impressionados com o seu design. As bicicletas dos campeões também não ficaram de fora e os visitantes puderam observar ao vivo as máquinas de Fontana,Kulhavy,Vinokourov, David Rosa, Ruben Almeida. De Espanha esteve presente a marca CONOR, a qual apresenta soluções interessantes. Sempre raínhas da beleza, as Pinarello cativaram a atenção de todos os visitantes que não conseguiram ficar indiferentes ao seu brilho e beleza. Esperaremos assim mais um ano de crescimento, agora que a oferta de modelos abrange todos os gostos e preferências. Ficam algumas fotos do evento!

Sem comentários: