01/01/2010

O QUE ESPERAR DE 2010...

Acaba-se o ano, fazem-se votos, formulam-se desejos e espera-se que tudo seja melhor para o ano que agora começa.
De facto, no Mundo das biciceltas, só temos a esperar o melhor. O mercado está melhor do que nunca, os praticantes tendem a aumentar a cada dia que passa. Os mais jovens olham a bicicleta de outra forma. A população em geral já pensa na bicicleta como meio de locomoção e não essencialemtne lazer. Os fabricantes brindam-nos com mais e mais invovações.
Mas...até que ponto?
E a que preço?
Há uns dias atrás lia a notícia da abertura da maior loja de bicicletas do Mundo em Portugal, mais concretamente em Almada. Cerca de 2000m2 de exposição. Num País como o nosso, acho estranho estas megalomanias. Temos o exemplo dos estádios de futebol. As primeiras fotografias que vi deste espaço surpreenderam-me pela sua dimensão. Extensos e largos corredores, um balcão de atendimento que mais parecia estar num aeroporto para fazer o Chek-In. Enorme!
Tão enorme que o material em exposição parecia ser pouco para o imenso espaço disponível.
Isto só pode significar um crescente interesse da população no uso da bicicleta. É certo que a Specialized sempre apostou em acções de Marketing de grande dimensão. Muito se pode dizer dessa marca mas, diga-se bem ou diga-se mal, o certo é que desde definiu o seu rumo e fez as suas apostas, mexeu e muito com todo o País. Mexeu com o mercado, mexeu com a Imprensa, mexeu com as pessoas, mexeu com tudo.
O mercado como o encontramos neste momento deve-se em parte às acções da Specialized. Não está em causa se os seus produtos são ou não melhores que os das outras marcas, se são ou não esteticamente mais atraentes, se são ou não mais robustos. Está em causa uma marca que mexeu com o País e a forma como os produtos eram apresentados ao público em geral.
Onde é que isto vai parar?
Não sei, mas só espero um futuro risonho para o nosso Mundo das Bicicletas!

1 comentário:

FRINXAS disse...

Amigo, aqui há uns anos andei por essas "europas" fora, e olha que, em certos países, algumas "cidades", ou aldeias, via tanta loja de bike que pensava.... Para onde vai tanta bike? Um tipo de loja diferente, bikes mais usuais e tipo city bikes, mas no meio delas haviam as ditas bikes "normais". LOL São outras culturas é certo, e o nosso país está a evoluir para esses lados. Já não somos vistos como os malucos que andam á chuva e os que acordam cedo para pedalar. É pena que está na moda, demais mesmo, mas por cá só se pensam nas bikes quando o sr doutor avisa ou quando a gasolina sobe!
Mas a loooooongo prazo lá chegaremos... Acho eu!
Mas enquanto não houverem "regalias", ou até... Mais prioridade na estrada, nada feito. Aqui fazem-se fóruns na rádio ou em revistas acerca do uso da bike na cidade e tal, ocupam a estrada os ciclistas e tal... Amigo, não vamos mais longe, aqui ao lado, em terra de nuestros hermanos, isso nem se discute sequer. São bikes e ponto final! Aqui é a pouca vergonha que sabemos! Lembras-te daquela "corrida" entre o Porsche, taxi, mota e bicileta (e metro não foi?)!???? Qual o título da imprensa no dia seguinte?!?!!?

Portugal no seu melhor amigo!

Quanto á Specialized, pode ser boa, pode ser má, pode ser tudo, mas a continuar assim dá a sensação que se pega num kg de alumínio e algum ferro ou carbono, vai ao micro ondas.... E sai uma bike! Depois camaradas nossos parece que ficam cegos... Não sabem olhar para outros lados!!!!

Bem, estou cheio de escrever.

Forte abraço e um grande bem haja!