31/01/2011

ELOS DA VIDA 2 - NUTRIÇÃO NO DESPORTO (1ª PARTE)

Sob a assinatura de Joaquim Patrício, publico mais um artigo na categoria de "Elos da Vida".
O tema abordado neste artigo refere-se à NUTRIÇÃO NO DESPORTO. Será apresentado em dois artigos, devido à sua exensão.
"CLIQUEM EM LEIA MAIS PARA CONTINUAÇÃO DO POST:"
Nutrição no Desporto 1.ª Parte


Alimentação é uma série de actos voluntários e conscientes, que consistem na eleição, preparação e ingestão dos alimentos.

Podemos distinguir diversos componentes:
Alimentação Vital: Em relação com o processo de ingerir do exterior as substâncias necessárias para manter as estruturas e realizar as funções vitais.
Alimentação Hedónica: A alimentação é uma fonte de prazer, importante no equilíbrio afectivo da pessoa.
Alimentação Simbólica: A alimentação tem também uma importância cultural e histórica, como rito social (almoços de trabalho, banquetes de casamento, etc.)

A nutrição deve-se adequar:
- Às características do atleta;
- À actividade física que está a realizar;
- Às condições ambientais nas que realiza sua actividade.

Uma alimentação adequada em quantidade e qualidade:
- Permite a realização dos esforços físicos de determinada intensidade e/ou duração.
- Tenta equilibrar as perdas hidro-eletrolíticas e energéticas acontecidas durante o exercício.
- Permite uma correcta recuperação após o esforço.

Alimento

Todo aquele produto ou substância, sólida ou líquida, que após ser ingerida e absorvida, fornece as matérias assimiláveis que atingem as necessidades nutricionais do organismo:
- Fornecer a energia necessária para manter a integridade e o perfeito funcionamento das estruturas corporais (função energética).
- Fornecer os materiais precisos para a formação, desenvolvimento e reparação de essas estruturas (função estrutural).
- Subministrar as substâncias necessárias para regular os processos metabólicos (função reguladora).
Dieta alimentar é o conjunto e quantidades de alimentos que consumimos habitualmente.

De entre todos os componentes corporais, têm a consideração de nutrientes apenas 50 substâncias:
- 3 Princípios imediatos (hidratos de carbono, gorduras e proteínas);
- 2 Ácidos gordurosos (linoleico e linolénico);
- 8 Aminoácidos (10 nas crianças);
- Aproximadamente 20 minerais;
- 13 Vitaminas;
- Água,
- Fibra dietética.

Necessidades energéticas

- Nutrientes energéticos (princípios imediatos):
• Hidratos de carbono
• Lípidos (gorduras).
• Proteínas.

- Necessidades plásticas:
• Proteínas.
• Minerais.

- Necessidades reguladoras:
• Vitaminas.
• Minerais.

- Necessidades de água.
• Nº copos (250 cc.) = 0,1764 x Peso (kg) (+ perdas)

- Metabolismo basal e de repouso:
• É a energia precisa para a manutenção das funções vitais básicas.
• Depende da MASSA MAGRA, e também da idade, género, composição corporal, estado nutricional, genética, etc.

Efeito térmico dos alimentos (6-10%)
• A quantidade e a composição dos alimentos ingeridos, condiciona um custo metabólico empregue no manusear e armazenamento dos nutrientes
- 30% para as PROTEÍNAS.
- 5-10% para os HIDRATOS DE CARBONO
- 0-5% para as GORDURAS.

Regulação da temperatura.
• Escassa influência.

Actividade física.
• Principal factor.
• Pode-se multiplicar por 2 ou 2,5 vezes as necessidades em comparação com a situação de repouso.

Desenvolvimento corporal.

Os diferentes nutrientes e
principais funções

As Proteínas

São as biomoléculas mais abundantes, e estão compostas por aminoácidos, que contem nitrogénio.
- Há vinte tipos diferentes de aminoácidos, e segundo o tipo e a ordem em que se unirem, podem produzir infinidade de proteínas diferentes.
- De eles, oito não podem ser produzidos pelo corpo (fenilalanina, isoleucina, leucina, lisina, metionina, treonina, triptófano e valina), e são chamados essenciais.
- Se uma proteína conter todos os aminoácidos essenciais numa quantidade igual o maior à estabelecida para cada um deles, diz-se que é de alta qualidade ou biologicamente completa.

Funções das Proteínas


- Estrutural: Algumas proteínas formam estruturas celulares como a membrana plasmática ou as membranas dos orgânulos intracelulares.
- Hormonal: Como a insulina e a adrenalina.
- De transporte: Como a hemoglobina, encarregada do transporte de oxigénio.
- Imunitária: Algumas, como os anticorpos, intervém no rechaço das proteínas estranhas que entram no organismo.
- Contráctil: Como a actina e a miosina dos músculos.
- Homeostática: Colaboram na manutenção das constantes fisiológicas, como a fibrina, que faz possível a coagulação sanguínea.
- Enzimática: As enzimas são substâncias proteicas que favorecem as reacções químicas características da actividade vital.
- Energética: Apenas em algumas ocasiões, como nos esforços muito prolongados. Podem fornecer 4 Kcal./g.

Hidratos de Carbono

São nutrientes essencialmente energéticos formados por monossacarídeos que, no interior do organismo, geralmente são transformados em glicose.
- Podem ser simples (formados por poucos monossacarídeos) ou complexos (formados por muitos monossacarídeos).
- A absorção no intestino somente pode-se fazer em forma de monossacarídeos. Por isso, os açucares simples geralmente absorvem-se mais depressa que os complexos.

Após serem absorvidos os monossacarídeos, a glicose passa para o sangue e, a seguir, vai para os tecidos onde pode-se empregar como combustível, mesmo sem oxigénio em condições anaeróbicas.
- Os níveis de glicose no sangue devem-se manter muito controlados, porque as células do sistema nervoso apenas podem empregar glicose como fonte de energia.
- É por isso que o organismo tem um sistema de controlo endócrino muito efectivo.
Quando os níveis de glicose se elevam, o sistema nervoso capta essa informação e ordena ao pâncreas a liberação de insulina, favorecendo a passagem da glicose para as células (e também a sua conversão em gorduras quando os depósitos de glicogénio estão cheios).
- Quando a glicémia diminui, pelo emprego o por falta de ingestão de glicose, o sistema nervoso produz uma resposta diferente, activando a liberação de glucagon, o que aumenta a formação de glicose a partir do glicogénio do fígado.

O índice glicémico é muito variável, dependendo de diversos factores:
• As características do alimento: Tipo de nutrientes, conteúdo em fibra.
• Forma de preparação ou cozinhado.
• Da composição dos outros alimentos presentes no estômago e intestino durante o processo de digestão.
- Embora o seu cálculo seja complexo, a sua interpretação é muito fácil:
• Um índice elevado (> 50) significa uma absorção rápida.
• Um índice baixo indica uma absorção lenta

Os Lípidos – Gorduras

Embora apresentem propriedades comuns, como o seu aspecto gordo e a insolubilidade em água, formam um grupo muito heterogéneo no que respeita à sua estrutura química e às variadas funções que desempenham:
• Energética: Devido às gorduras, que são as moléculas que têm mais quantidade de energia de peso (9 Kcal/g), e por isso, servem de reserva de energia a longo prazo.
• Estrutural: Corresponde aos fosfolípidos, esfingolípidos e ao colesterol. Estas moléculas têm as propriedades de ser solúveis em água por um dos seus extremos, e insolúveis pelo outro, e por isso são ideais para formar as membranas celulares.
• Reguladora: Devida a algumas vitaminas (A, D, K) e a algumas hormonas (as sexuais, e. outras)

As Vitaminas

São compostos orgânicos não energéticos que intervêm na regulação de numerosos processos metabólicos.
• Não podem ser produzidas no organismo. Portanto, devem ser subministradas através da alimentação.
• Embora não forneçam energia nenhuma, são imprescindíveis para a normal utilização dos nutrientes energéticos.
- Têm uma estrutura e funções diferentes, mais também características comuns:
• Um défice alimentício provoca alterações (hipo-vitaminose)
• Um aumento na ingestão de vitaminas não produz um aumento do rendimento físico, embora uma ingestão abaixo dos níveis requeridos, pode produzir uma diminuição do rendimento.

Podem-se distinguir:
• Lipo-solúveis (A, D, E y K): São solúveis em gordura e podem armazenar-se nas diferentes substâncias gordas do corpo, existindo uma reserva e não sendo preciso o seu fornecimento diário. Ainda mais, o seu excesso pode causar hipervitaminose.

• Hidro-solúveis (C e complexo B): São solúveis em água, não podem ser armazenadas no organismo e devem-se tomar diariamente. Assim, não existe possibilidade de sobredosagem, excepto no caso de se empregar megadoses, pois o excesso é expulso para a urina.

Principais Vitaminas

Os Minerais

São moléculas inorgânicas que podem aparecer no corpo em duas formas diferentes:
• Dissolvidas (ionizadas): Os sais solúveis em água.
• Precipitadas (não dissolvidas): Os sais insolúveis em água.
- Exercem várias funções necessárias para a actividade vital:
• Regulam os processos osmóticos.
• Participam em algumas das reacções químicas que acontecem nas células.
• Intervêm em processos fisiológicos muito importantes, como a transmissão da corrente nervosa ou a contracção muscular.
• Trabalham como amortecedores das mudanças de pH no organismo.
• Formam parte do tecido ósseo, por exemplo.


Água

É um componente não energético, mas muito importante, pois supõe aproximadamente 60% da massa corporal.
- Todos os processos metabólicos, intra ou extracelulares, acontecem num meio aquoso.
- Ainda mais, é o principal componente do sangue, intervindo tanto no transporte gasoso e no controlo da temperatura corporal.
- Enquanto se pode suportar uma perda de peso (devido à perda de proteínas, gorduras o hidratos de carbono), em 40%, a perda de 15-20% de água pode resultar na morte.


26/01/2011

ENCONTREI NA NET...

Será uma loja?
Ou uma Oficina?

WILIER IMPERIALE CHORUS 11V

Não me canso de olhar para esta bicicleta.
As formas aerodinâmicas do tubo diagonal, o desenho das escoras inferiores, a união junto ao perto do espigão do selim...excelente.
Tem características "trialistas" é certo e, esse facto transmite-lhe toda a agressividade do seu aspecto. Escolheria outra conjugação de cores, porém o desenho e formas do quadro não alteraria qualquer ponto.



Quadro: Full Carbon Monocoque, "Wind Friendly" Styling
Forqueta: Full Carbon Aero
Cx. Direcção: Ritchey Pro
Cubo traseiro:Fulcrum R3
Cubo frente:Fulcrum R3
Raios: Fulcrum R3
Aros: Fulcrum R3
Pneus: Vittoria RUBINO 700-23c Pro
Manetes Mudanças: Chorus 11 Speed
Desv. Frente: Chorus 11 Speed
Desv. Tras: Chorus 11 Speed
Cassete: Chorus 12-25 11 Speed
Corrente: Chorus 11 Speed
Pedaleiro: Chorus Ultra-torque 50/34
Eixo pedaleiro: Integrated Bearings
Espigão selim: Integrated Aero Seatmast
Selim: Selle Italia SL
Guiador: Ritchey Pro
Avanço: Ritchey Pro Wet Black Alu
Punhos/fita: GIST Tape
Travões:Chorus

22/01/2011

AZURIBIKE MANGUALDE TEAM


NASCEU


AZURIBIKE MANGUALDE TEAM


Uma nova equipa, um grupo de amigos, atletas, entusiastas, amantes das duas rodas.
Nas variantes de ciclismo de estrada, BTT, Recreio e diversão a equipa AZURIBIKE MANGUALDE TEAM estará presente nos diversos eventos em Portugal.
Trata-se de uma equipa que conta com a presença e colaboração de diversos atletas e praticantes da modalidade. A equipa integra elementos de diversas Regiões do País apesar da Localidade de Origem ser a cidade de Mangualde.
O gosto pela competição e a vontade de vencer fazem parte deste Grupo, porém, não se esgotam aqui as orientações da Equipa pois a variante do lazer e cicloturismo está sempre presente.
Ficam algumas fotos da apresentação do projecto que decorreu no dia 21 de Janeiro de 2011.
Em breve serão divulgados mais pormenores, bem como o nome dos atletas que constituem esta Equipa.
Se te identificas com este projecto e com as orientações desta equipa, tens dinamismo e paixão pelas bicicletas, JUNTA-TE A NÓS e vem pedalar com a equipa AZURIBIKE MANGUALDE TEAM.

Contacta-nos através dos seguintes endereços de correio electrónico:

azuribike@gmail.com

mangualdeteam@gmail.com





20/01/2011

RAEL CONCEPT DESIGN

Através dos sites Bicycle Design e Bike Rumor, é divulgado este projecto.
À primeira vista é bastante atraente, excelente combinação de cor, traduzindo uma imagem futurista e inovadora.
Uma das particularidades é a inclusão do conceito Cerevellum, um sistema baseado na inclusão de uma camera de vídeo na traseira da bike com projecção num pequeno ecran montado no guiador. Funciona na prática como um espelho rectrovisor.
Atentem nas fotos e verifiquem os pormenores das patilhas de selecção de mudanças e travão invertidas e o sistema de enraiamento das rodas.
Quanto ao facto de este sistema ser impraticável ou não, as opiniões podem variar mas, pelo menos ao nível do "Design Concept" este é um projecto com muito valor.




12/01/2011

EQUIPAMENTO RADIO SHACK 2011

Penso que a ideia não terá sido criar o jersy mais atraente do pelotão, mas sim aquele que mais se destaca. Não há margem para dúvidas, a 2Km de distância já se sabe que é um ciclista da Radio Shack!!!

11/01/2011

ALBERTO LÉON ENCONTRADO MORTO EM CASA

Uma notícia relacionada com um dos temas mais sensíveis no mundo do desporto, o doping.
É um tema muito profundo, com várias implicações, discussões, abordagens, opiniões, etc.
O acto de suicídio, coloca muitas dúvidas e poderá levar-nos a questionar o porquê.
Serão essas questões que têm de ser estudadas, pois ainda hoje me custa aceitar que um ciclista como Marco Pantani tenha desparecido da mesma forma.

Notícia da Agência Lusa:

"...O antigo ciclista de BTT espanhol Alberto León, um dos implicados na "operação galgo", foi hoje encontrado morto na sua casa de San Lorenzo, nos arredores de Madrid..."
"...O seu corpo foi encontrado por familiares, segundo adianta o jornal espanhol El Mundo, que cita fontes policiais.

De acordo com a imprensa espanhola, tudo aponta para suicídio com enforcamento, tendo sido encontrado no local vários produtos dopantes e bolsas de sangue de vários atletas.

León, de 37 anos, juntamente com mais 13 pessoas, entre as quais atletas, treinadores e médicos, foram detidos a 09 de dezembro no âmbito de uma investigação da polícia espanhola sobre tráfico de produtos dopantes.

A operação foi batizada com o nome de "galgo" e no lote de pessoas investigados estão, entre outros, a campeão do mundo dos 3000 metros obstáculos de 2009, a espanhola Marta Dominguez, e o médico Eufemiano Fuentes..."

10/01/2011

AZURIBIKER NAS MONTANHAS DE LAMA

Eles andam por aí...

Um Azuribiker esteve este fim de semana num local que poderá ser considerado como "As Montanhas da Lama".
João Correia, representou as cores do Azuribike na prova "4 horas de resistência de BTT Boavista/Alcobaça", organizada pela Casa do Benfica em Pataias.
O resultado´foi o que se pode ver nas fotos.
Acreditem que por baixo daquela lama toda está uma Specialized Epic.




07/01/2011

SEGURANÇA NA ESTRADA

Um tema pertinente.
Ainda esta semana um ciclista faleceu ao ser atropelado na EN 3 por duas viaturas.
Este é um assunto que nos preocupa bastante. Todos os anos vários ciclistas são atropelados na via pública, na maioria das vezes a culpa está do lado dos condutores de veículos automóveis.
No ano passado um jovem em Vila Nova de Gaia foi atropelado por um camião tendo a perna ficado presa entre os dois pneus de um dos eixos. Dramático, perturbante mas real.
Assim, todas as ideias a favor da segurança são bem vindas.
Fica então assim um vídeo que demonstra um dispositivo que mantém os veículos automóveis a cerca de 1,5m do ciclista. Esta distância pode ser corrigida mediante a opção do ciclista.
A ter em conta!

CYCLING BEAUTIES

OLHA QUEM É ELE - 4

A melhor máquina que alguma vez tiveste...linda KTM

Pela máquina é fácil de identificar, ou não?

06/01/2011

AUTOCOLANTES UCI A 10400 EUROS

Recebi a notícia através de Angelo Santos, sempre atento às novidades no Mundo do Ciclismo.
Resumidamente, a UCI e a WFSGI (World Federation of the Sporting Goods Industry) irão ter uma reunião em meados de Janeiro deste ano no sentido de discutirem o tema: "approved by UCI", ou seja, um processo de certificação de quadros de bicicleta.
Até aqui, nada de relevante, não fosse o caso deste processo de acreditação ter um custo previsível de 10400 euros.
Pior, a certificação pretende ser por bicicleta!!!
Portanto, para uma equipa ter um autocolante com a indicação "approved by UCI" a quantia a dispender será, a meu ver, astronómica.
Todo este processo deriva dos rumores acerca dos motores auxiliares, nomeadamente o sistema grubber.
Concerteza recordam o caso Cancellara!

Podem consultar outros artigos de opinião nos links abaixo:

LINK 1
LINK 2

04/01/2011

PEDRO LOPES SUSPENSO POR 15 ANOS


NOTÍCIA "DNDESPORTO"

"Um controlo de doping positivo antes da Volta a Portugal valeu ao ciclista português João Benta uma suspensão de três anos. Pior cenário enfrenta Pedro Lopes, reincidente em problemas de dopagem, e que foi punido com a sanção mais elevada de sempre aplicada em Portugal.

Lopes falhou vários controlos antidopagem. Antigamente, um atleta que não estivesse no local que indicara para que pudesse ser submetido a testes fora de competição era avisado para se apresentar durante as 24 horas seguidas para ser analisado. Mas a lei que entrou em vigor no ano passado adaptou-se ao código mundial antidoping e determina que não haja notificações e que três faltas em 18 meses (controlos falhados ou não informar sobre localização) correspondam a uma infracção equivalente a um controlo positivo.

Como Pedro Lopes já tinha registado um caso de doping na sua carreira - perdeu o título de campeão nacional de 2004 -, foi punido pelo Conselho Disciplinar da Federação Portuguesa de Ciclismo (FPC) como reincidente, segundo o jornal A Bola, com 15 anos de suspensão, mais cinco que os aplicados pela Federação Portuguesa de Atletismo ao fundista Leão Carvalho, reincidente em positivos por consumo de cocaína.

Lopes, 72º segundo classificado na Volta a Portugal e internacional português nos Jogos Olímpicos de Atlanta 1996 e nos Mundiais de 2002 e 2003, não pode competir até 29 de Dezembro de 2025. "Foi a primeira vez que foi aplicado este regulamento, que está em vigor há menos de um ano. É muito pesada, mas a FPC já tinha alertado para isso. Se durante 18 meses o corredor falhar ou não identificar a sua localização por três vezes é considerado um controlo positivo. Foi o que aconteceu", comentou à Lusa o presidente da federação, Artur Moreira Lopes.

Tal como Pedro Lopes, outro membro da equipa CC Loulé-Louletano-Orbitur-Aquashow foi punido por falhar controlos fora de competição: trata-se de Ludovic Batista, que foi suspenso por dois anos. A sanção foi atenuada porque se trata de um "ciclista fantasma", inscrito apenas para o clube cumprir o número mínimo de seniores exigido pelos regulamentos e que praticamente não competiu.

Já João Benta poderá regressar no final de 2013. O ciclista da Madeinox-Boavista, 16º na Volta a Portugal, acusou uso de CERA, eritropoietina (EPO) de acção prolongada, num controlo surpresa, reconheceu o erro e prescindiu da contra-análise. Trata-se do segundo caso de doping que tem implicações na Volta a Portugal, pois Joaquín Ortega, espanhol já demitido pela Barbot-Siper, acusou EPO num controlo pré-competição.

O ciclismo está a reforçar as sanções por dopagem, após indicações recentes do presidente da União Ciclista Internacional (UCI), Pat McQuaid, que defendeu a aplicação das sanções máximas previstas no código mundial antidopagem."

03/01/2011

RODAS DURA ACE 2011


A Shimano renovou por completo toda a linha de rodas topo de gama para estrada.
Além das opções em aros já conhecidas entre os ciclistas de 24mm e 50mm de altura, a Shimano acrescenta agora à gama um novo aro em carbono de 35mm uma excelente combinação de alta rigidez, baixo peso e excelente aerodinâmica, toda a nova gama de rodas vão utilizar os novos cubos 7900 e as suas tecnologias, novo sistema de ajuste sem ser necessário chaves de cones.

Os conjuntos de rodas Dura-Ace tem sido em anos anteriores testados extensivamente por muitos ciclistas profissionais, incluindo Oscar Freire e Robert Gesink ( Rabobank), Samuel Sanchez( Euskastel). As novas rodas em compósito de carbono e pedais tem sido também testados pelas equipas patricinadas pela Shimano.( SKIL)

Roda WH-7900-C24 CL
compósito carbono&Alumínio laminado
uso :pneu c/ câmara
aro:24mm
16 raios frente / 20 raios atrás
Peso 1395 gr( par)

Roda WH-7900-C24 TL
compósito carbono&Alumínio laminado
uso :pneu TUBELESS
aro:24mm
16 raios frente / 20 raios atrás
Peso 1464 gr( par)

Roda WH-7900-C35 CL
opção: Tubular( carbono)
carbono&Alumínio
uso :pneu c/ câmara
aro:35mm
16 raios frente / 20 raios atrás
Peso 1627 gr( par)

Roda WH-7900-C50 CL
opção: Tubular(carbono)
carbono&Alumínio
uso :pneu c/ câmara
aro:50mm
16 raios frente / 20 raios atrás
Peso 1662 gr( par)