30/06/2009

BH G5 - A EVOLUÇÃO


No ano anterior a BH apresentou a G4 como a bicicleta de série mas leve do mercado. Este ano surge a evolução deste modelo, o topo de gama da marca Espanhola que a equipa AG2R irá utilizar no tour de France. Mais leve, mais rígida e mais confortável, são os argumentos invocados. Começa a parecer rotina pois a cada ano que passa as inovações passam por estes factores. O quadro pesa apenas 810 gramas no tamanho mais pequeno.
Destaca-se a inclusão do sistema BB30 no pedaleiro, concavidades no carbono para melhor acolher os cabos, nova forqueta (algumas do modelo G4 partiam), espigão de selim mais leve e mais rígido. Carbono está presente em todo lado, inclusive nos dropouts, suporte do desviador da frente, suportes dos cabos, etc.
O tudo vertical é "cortado" para acolher as escoras que são mais curtas. Isto favorece o ataque às subidas e melhora o conforto.




29/06/2009

NOVIDADES 2010 - SPECIALIZED TARMAC SL3


5950 GRAMAS

Começo este Post pelo peso do cavalo de batalha da specialized para a Quickstep e SaxoBank para o próximo ano, SPECIALIZED S-WORKS TARMAC SL3.
O conjunto do quadro, forqueta, caixa de direcção e pedaleiro pesa apenas 2043 gramas, precisamente menos 153 gamas que o antecessor (SL 2) e ao mesmo tempo torna-se mais rigido cerca de 18%. Para este peso contribuem um carbono mais leve, o grupo SRAM RED, componentes ZIPP, pedaleiro Specialized FACT SL, e travões TRP 970SL em magnésio. Os quadros estarão disponíveis nos tamanhos 49 a 61.
De destacar a aranha do pedaleiro em carbono e os pratos que agora são mais leves. Mais uma vez continua a não aparecer um espigão de selim integrado. Segundo o engenheiro Luc Callahan, tal particularidade não traz qualquer redução de peso, não é mais rígido nem sequer mais confortável, razóes pelas quais a specialized continua a apostar na medida de 27,2mm para o espigão de selim.




28/06/2009

ALBERTO CONTADOR - CAMPEÃO ESPANHOL DE CONTRA-RELÓGIO


Alberto Contador é o actual campeão Espanhol em contra-relógio, depois de ter cumprido na passada sexta-feira um percurso de 47,8 Km em 01:04:40. Atrás de si ficou Luis Leon Sanchez com 37 segundos de diferença. O nosso conhecido Ruben Plaza terminou em terceiro a mais de um minuto de contador.
Será quem alguém ainda tem dúvidas?

foto por PATRICK HERTZOG/AFP/Getty Images

26/06/2009

JOSÉ ROSA - NASCIDO PARA PEDALAR


O título deste artigo pretende fazer referência a alguém que desde muito novo se apercebeu que tinha nascido PARA PEDALAR. Falo de JOSÉ ROSA, ex-ciclista profissional que muito enalteceu e encheu de orgulho o concelho de Mangualde e as gentes da Beira Interior. Não é ao acaso que surge um ciclista profissional com a qualidade do José Rosa, desde muito novo que a bicicleta faz parte da sua vida. Desde os tempos de Escola que, por exemplo, aproveitava a hora de almoço para ir a casa (cerca de 20 Km para cada lado) pintar a bicicleta e voltar e...ainda almoçava. Saídas de 160 Km à volta da Serra da Estrela com apenas 16 anos, etc, etc. Sempre foi um ciclista para a equipa, trabalhador incansável, com um espírito de sacrifício invulgar. É graças a ciclistas como ele que nomes como Orlando Rodrigues e Joaquim Gomes alcançam os grandes feitos, aliás Joaquim Gomes nunca abriu mão dele, foi sempre o seu homem de confiança. A sua vida continua ainda hoje ligada às duas rodas, agora nos bastidores dos grandes prémios nacionais e da Volta a Portugal. No panorama desportivo tem estado um pouco afastado mas, este ano resolveu fazer uma abordagem ao campeonato Up & Down do INATEL, o qual passou a liderar na categoria de Veteranos.
Fica para sempre a vitória alcançada na 10ª etapa da 58º Volta a Portugal com 214 Km em que o Zé, habituado a trabalhar para a equipa e para o seu chefe de fila, viu-se numa situação que não era normal, a luta por uma etapa. Foi precisamente o seu Chefe de fila (Joaquim Gomes) que lhe disse: "...vai..." e o resultado foi a impressionante vitória na etapa que podem verificar no vídeo abaixo.
Dou aqui destaque a este grande ciclista com o qual tenho o privilégio de pedalar e aprender mais sobre o ciclismo e a grande honra de o ter como AMIGO.





NA VOLTA A ESPANHA EM 2000


AQUI, NA RODA DE JAN ULRICH

25/06/2009

FREEBIKE Nº 8 JÁ NAS LOJAS


Está já nas lojas a edição nº 8 da revista gratuita FREEBIKE. Destaque desta vez para os testes dedicados a marcas Portuguesas. Nesta edição podes ainda contar com uma entrevista a Emanuel Pombo, reportagem do "Lisboa DownTown", 4ª etapa da taça do Mundo, etc.

Pede a tua FREEBIKE na loja de bicicletas mais perto.

20/06/2009

BTT MAGAZINE - JUNHO

EXCELENTE VIDEO DA BTT MAGAZINE. MUITO BOM TRABALHO.

FIM DOS RADIOS NO CICLISMO???


A utilização de radios no Tour de France poderá ter o fim à vista. Os organizadores da competição irão já este ano proibir o seu uso em duas etapas a título experimental. As razões invocadas têm a ver com a segurança e um regresso aos sistemas tradicionais. Esta situação poderá ditar que na proxima edição do Tour não haja quaisquer radios nas equipas, que em muito facilitam o trabalho dos directores desportivos que seguem a corrida via TV nas viaturas de apoio.

18/06/2009

ARTIGO INTERESSANTE - EDDY MERCKX


Um dos Blogs que costumo visitar, pelo rigor, pela actualidade e pelo elevado interesse dos seus artigos é o "MAGLIA ROSA". Para quem gosta de ciclismo este é um espaço que vale a pena acompanhar. Aconselho a lerem o artigo publicado acerca de Eddy Merckx e o seu acidente em 1969 que vitimou o seu treinador. Impressionante este testemunho e a forma como ele encarou a sua carreira a partir desse dia.
O Artigo: EDDY MERCKX SOFRE ACIDENTE

16/06/2009

MONKEY - RODAS FUTURISTAS

Nome técnico: LED video display system- the Pro M464Q
Pode emitir qualquer vídeo ou imagem.
Funciona entre os 12 e os 45 Km/Hora.
Ideal para patrocinadores que queiram fazer publicidade. Pena que as provas nocturnas sejam muito poucas.
Vejam o vídeo para perceberem do que estou a falar!!!

MAVIC R-SYS 2ª GERAÇÃO - O MESMO PROBLEMA


Há uns meses atrás a Mavic anunciou a recolha do modelo R-SYS (estrada) em virtude de existir um problema nos raios que em determinadas situações podiam mesmo partir. Alguns ciclistas sofreram isto na pele pois os raios efectivamente partiram e integridade física dos ciclistas foi posta em causa. Foi feita a recolha e anunciada a 2ª geração desta rodas em que os raios continuando a utilizar o carbono unidireccional envolviam agora fibras de kevlar no sentido de evitar a sua quebra. Pois bem, a foto que vêm em cima é de uma roda de 2ª geração. Como é que agora vão resolver o problema?
Se calhar é melhor voltar ao alumínio...não?


fotos por Jason Sumner/Velonews

15/06/2009

A SEGURANÇA - FASE 2

Continuando a debater um dos temas que mais interesse deve despertar em todos os ciclistas, abordaremos desta vez a vertente "BTT".
Se na estrada é fácil sentirmos a ameaça dos outros veículos, na montanha, por vezes essa questão não se coloca. Há um pouco a ideia de que os trilhos estão vazios, principalmente nos zonas do interior do País e que a única preocupação deve ser a abordagem aos obstáculos. Não será bem assim. Para além dos animais, isolados ou em grupo, nomeadamente rebanhos há outro tipo de utilizadores dos trilhos que circulam a velocidades muito acima do aconselhável. São os utilizadores das "Moto 4" ou "Quads" e outros veículos motorizados de duas ou quatro rodas. Sim, já fui surpreendido algumas vezes por estes veículos que ao ouvi-los à distância o melhor a fazer é encostar para uma zona segura e esperar que eles passem, assim como toda a poeira que vem atrás. Impressionante a velocidade a que circulam!!! Claro que se fosse num circuito fechado para o efeito, não haveria qualquer problemas mas, em caminhos abertos a toda a gente??? Mas, nem tudo é mau, pois eles veículos limpam tudo, os trilhos ficam bem abertos!!!
Já alguém tinha falado no artigo anterior da questão dos "caçadores" e, com toda a razão. Ainda não fui atingido por nenhum deles mas...quando se permite a alguém que faça uso de uma arma de fogo para a utilizar em zonas florestais sem que que por muitas vezes o seu utilizador saiba o que vai atingir, baseando-se apenas nos barulhos e ruídos do alvo...isso deixa-me claramente preocupado. Foram já muitas as vezes que os disparos se fizeram sentir muito próximo de mim e pode chegar o dia em que algo aconteça. Sabemos bem que mesmo entre os próprios caçadores isso acontece, eles atingem-se uns aos outros pois a segurança é descurada muitas das vezes. O truque que temos utilizado é no primeiro indício da presença deles fazer barulho (assobiar, gritar, berrar) no sentido de perceberem que alguém se aproxima. Eles não gostam muito, pois a caça foge toda com o barulho mas, paciência!!!
Há ainda muito a dizer acerca deste assunto, sem dúvida.
Alguém quer referir ou relatar algum ponto relacionado com a segurança em BTT?

11/06/2009

CICLOCROSS - NÃO É FACIL

NOVA BIKE DE CONTADOR PARA CONTRA-RELÓGIO

Pouco se sabe ainda e apenas pelas fotos se podem deduzir algumas invações e particularidades da bicicleta que Alberto Contador utilizou no contra-relógio da prova Dauphine-Liberé. Os grafismos não passam despercebidos mas, o que realmente chama a atenção é a forma de colocação dos travões que os torna quase invisivies. Na frente é possivel ver que os calços de travão parecem estar integrados na própria forqueta. Interessante também a forma do avanço e a sua junção à caixa de direcção.
Vejam algumas fotos para melhor perceber os pormenores referidos.






fotos por velonews/Graham Watson

10/06/2009

BICICLETAS OPERA

Uma marca nascida no ano de 1989 por Fausto Pinarello. As semelhanças com a Pinarello Prince não são mera coincidência. Leonardo, Canova, Bernini e Cellini são os modelos que constituem a gama desta marca. Destaque para o Modelo Leonardo com um quadro que tem um peso de apenas 1055 gramas no tamanho 54 e construido em carbono 46HM 3K. A forma das escoras e da forqueta remetem-nos o pensamento para a bicicleta de Valverde (Pinarello Prince).

consultem o site da marca em: www.operabike.com



09/06/2009

TRAVÕES HYGIA ELITE

Um nome desconhecido para alguns mas, que pode ser uma alternativa interessante aos já bastante divulgados e com provas dadas Magura Marta, Formula Oro Puro, Avid Ultimate, ou Hope Mini.
Com um peso deveras interessante será uma opção a ter em conta para quem quer montar uma bicicleta para XC/Maratonas. O factor mais relevante é sem dúvida o seu preço, pois o Kit pode ser adquirido em Portugal por apenas 180€. Nada mal!
Para além dos "elite" existem também as versões "iruka" e "usagi".
Consultem o site da marca em: www.hygia.com.tw


CARACTERÍSTICAS:

Utilização: Cross country , Maratonas
Discos: Frente 160mm / Trás 160mm
Tipo: 6-Furos
Adaptador: tipoPostmount
Tipo de oleo: DOT 4
Comprimento tubos hidráulicos : Frente: 80cm / Trás: 150cm
Peso: 337 g (Manete + Bomba + Disco)
À Venda em: www.poison-bikes.net

08/06/2009

MEMORIAL A MARCO PANTANI

Esta é uma foto de um memorial construído em homenagem a um grande nome do ciclismo mundial. A posição que ocupava na bicicleta enquanto trepava essas montanhas pela europa fora era inconfundível.
Sabem de quem estou a falar?

Não é muito dificil, MARCO PANTANI, trepador inconfundível, com as mãos na parte inferior do guiador criou um estilo muito próprio.
Estas são algumas fotos do memorial construído em sua homenagem.
Sem dúvida Frinxas, só falta o lenço na cabeça!





06/06/2009

NO COMMENTS - 52

Continuando a saga da cultura desportiva, alguém sabe o nome da ciclista nas fotos??

Uma dica:
Pratica ciclocross



03/06/2009

OPEN 4Horas XCR DA BEIRA INTERIOR


O Open XCR da Beira Interior é um campeonato de 4 provas promovido pela ACBI (Associação de Ciclismo da Beira Interior) em conjunto com os clubes locais. Trata-se de uma competição de resistência ao longo de 4 horas que pode ser disputada a solo ou em equipas de dois elementos. A primeira prova teve lugar no dia 23 de Maio no Fundão onde a capacidade de resitência foi posta à prova pois o circuito revelou-se exigente. A próxima etapa será a cidade da Guarda. Destaque francamente positivo para a marcação dos percursos que têm uma componente urbana. Este pormenor permite à população e aos visitantes o acompanhamento parcial do circuito assim como a divulgação das equipas e patrocinadores.

Consultem o site criado para o efeito em: www.ac-beirainterior.net



SUPLEMENTOS ALIMENTARES EM CICLISMO/BTT

O Título deste Artigo pretende alertar para um factor importante para quem anda de bicicleta. Já muito se escreveu, muito se disse , muito se discutiu sobre o assunto e, não é minha intenção fazer passar-me por nutricionista e indicar o que devem ou não ingerir enquanto praticam desporto, neste caso, o ciclismo/btt. Pretendo sim alertar para certos excessos que tenho visto ao nível do amadorismo. É certo que quem começa a andar de bicicleta começa por juntar-se a um grupo de amigos, a dar umas voltas aos fins de semana, mais tarde a fazer um treino ou outro durante a semana e posteriormente a tentar dar o melhor de si mesmo pois já consegue fazer subidas sem apear e acabar uma volta de 40 Km sem se sentir completamente exausto. A partir daqui vem o bicho da competição, não ao nível da taça de Portugal em XC ou da Taça de Maratonas, mas sim, ao nível da participação em maratonas que ocorrem todos os fins de semana em diversas regiões. É aqui que os exageros tendem a acontecer, neste caso falarei apenas do exagero da alimentação. Quantas vezes não ouvi eu no final de um percurso de 40Km: “...Pá tive de meter 3 Gels...” Como é que é possível??? Que num percurso de 40Km alguém possa ingerir 3 embalagens de Gel??? Ou mesmo 2 embalagens!!! Não será demais pergunto eu? Este suplemento é constituído à base de hidratos de carbono simples, de fácil assimilação pelo organismo mas...vamos ser honestos…até que ponto o organismo produz um desgaste que exiga a ingestão de tais quantidades de hidratos de carbono numa distância tão curta? Isto faz-me deduzir que se esquecerem do gel em casa já não irão conseguir acabar a prova! Mas, não é só o Gel, as bebidas também estão cheias de sais, de potássio, cálcio, hidratos, etc, etc, etc. Como é que o corpo reage a este exagero de sobre-dosagem de alimentação? Provavelmente haverá uma grande produção de insulina, pois o organismo não terá um desgaste assim tão grande em apenas 40Km. Claro que depende da intensidade do esforço mas...continuo a pensar que andam por aí muitos exageros.
Não estou a ser médico ou nutricionista, apenas pergunto se se justifica a ingestão de duas ou mais embalagens de gel num percurso de 40 Km em BTT, associadas ainda a bebidas ditas energéticas!!!

02/06/2009

NO COMMENTS - 50

Vamos lá aumentar a cultura desportiva do pessoal!

Alguém sabe o nome da atleta na foto?


Uma dica: Pratica Triatlo!

Ninguém conseguiu..


JESSY STANSLAND, profissional deste 2000, começou a competir em natação logo aos 6 anos de idade. A partir daí surgiu o triatlo, iron man, etc.
Consultem o seu site em: www.gojessi.com





01/06/2009

RICARDO MARINHEIRO SOFRE ACIDENTE

O campeão Nacional de Juniores em XC partiu a clavícula no passado fim de semana. A lesão que será alvo de intervenção cirúrgica irá forçar o atleta a uma paragem de cerca de 4 semanas.
Rápidas melhoras!

Notícia BTTSTARBIKER